[Resenha] O Primeiro amor de uma camponesa - Geisiana Campos #11


Sinopse: No sudoeste goiano vive a senhorita Ana Oliveira, uma camponesa marcada por um trauma: um ataque que sofreu anos atrás. Aos vinte anos de idade, ela está solteira e sem segurança alguma para ter um homem ao seu lado. Entretanto, Ana não imagina que um convite para passar uma temporada no sul do país também implica passar várias semanas na companhia do homem mais tentador que já conheceu, Alberto Genoom. Logo, ela se vê em um conflito de sentimentos. Ele, no entanto, parece determinado a não deixá-la escapar. Em meio a tudo isso, há um mistério por trás do ataque que a camponesa sofreu na adolescência. Poderá Ana superar seu trauma e confiar no amor?


Autora: Geisiana Campos | Editora: Talentos da literatura brasileira | Gênero: Romance de época | Páginas: 224
5 estrelas (favoritado!)



Sou um pouco suspeita para falar desse livro, mas independente da minha relação com a autora, não a de se negar que a história é maravilhosa e eu não podia deixar de resenhá-la aqui! O livro é narrado em terceira pessoa, e tem uma escrita leve e delicada. Bem no início da história somos apresentados a Ana e Ricardo ainda crianças. O menino está passando as férias na fazenda dos tios em Goiás e é onde conhece a camponesa e dali surge a amizade. A história mostra ainda, que sempre nas férias Ricardo vai para a fazenda dos tios e por isso o elo entre ele e Ana se torna cada vez mais firme e bonito.
"A amizade verdadeira é como um forte amor que sobrevive à distância e ao tempo!"

Os primeiros anos passam ligeiros e Ana tem quinze anos quando uma série de eventos desencadeiam emoção e adrenalina na história, o bacana é que conseguimos acompanhar sem enrola o crescimento também intelectual da personagem, que de inocente e um tanto chucra se torna uma jovem professora de caráter e personalidade admiráveis. Os amigos ficam vários anos sem se ver, então Ricardo volta e dilacera os nossos corações ao dizer que se casará, chamando Ana para presenciar tal evento. Mas Ricardo não volta sozinho para o Goiás, ele trás consigo seu irmão mais velho, o bonito e intrigante Alberto. Então os suspiros começam e desde então não larguei mais o livro até terminar.
" (...) Ana foi incapaz de manter-se de cabeça erguida. Olhar nos olhos de Alberto era como se aventurar em águas misteriosas."
A convite de Ricardo Ana vai para o Sul do país, faltam algumas semanas para o melhor amigo da camponesa se casar e nesse tempo ela ficará na casa do amigo e do irmão do amigo, que tem os olhos verdes mais tentadores que já foram descritos em uma história. Mesmo Alberto tendo uma sedução intrínseca, ele é bem fechado no início, então não sabemos se ele é um mocinho, um vilão ou apenas um libertino que está tirando a paz e o sono da nossa camponesa.
"Mulheres como a senhorita são como belas rosas frágeis e devem ser consideravelmente tratadas e protegidas."
Debates engraçados surgem entre Ana e Alberto, eu ri com as discussões dos dois. Mistério se desenvolve na história. Poemas são escritos, Shakespeare é citado e conflitos internos perturbam Ana - na perspectiva dela, Alberto se torna cada vez mais tentador e menos confiável.  A autora consegue nos confundir um pouco, e em cada início de capítulo há uma frase bonita que é desenvolvida especialmente para tal, pois a frase se relaciona perfeitamente com o que acontece na história, aliás a história foi bem desenvolvida pois além de ter uma ligação lógica, teve lição de vida, aprendizado e um romance arrebatador
"Ela precisava correr, tinha cerca de cinco minutos de vantagem - talvez menos, se ele ficasse impaciente e viesse buscála. No entanto, ela tinha que tentar ou acabaria morta dessa vez."
E junto ao desfecho da história mais cenas de aflição, emoção e perdão! O vilão foi merecedor de seu papel. Os personagens secundários são uma graça, tanto a família de Ana como a família dos irmãos. Felizmente, aqui não temos um triângulo amoroso (detesto triângulos), apesar de terem outros senhores interessados em nossa mocinha... 
"Cuidado! O perigo pode se camuflar nas belas noites!"
E, essa é a minha indicação de hoje. Você vai, ficar aflita, se emocionar e se for sentimental como eu até chorar, mas também irá dar boas gargalhadas e se apaixonar pelos personagens e pela obra, vale muito a pena, leia! E deixo para vocês um grande dilema: Poderá Ana Confiar no Senhor Genoom?
"– E é impossível que não veja em meus olhos o que se passa em meu coração. Eu sei que enxerga, assim como eu enxergo em você… Eu sei que pode me amar..." 
Esta postagem está concorrendo ao TOP COMENTARISTA!
Clique aqui e saiba como participar.




Por: Geana :)

12 comentários

  1. Oi Geana ;)
    Não conhecia o livro ou a autora, mas me encantei com ele *-*
    Só por essa capa linda, por ter citações de Shakespeare e com você favoritando já estou ansiosa para ler!
    Que bom saber que não há triângulos porque também não gosto kkk
    Só resta dizer muito obrigada pela indicação! Já o coloquei na lista de leitura *-*
    Bjos

    ResponderExcluir
  2. Não conhecia a história e achei bem lindo!
    Amo romance e vc descreveu de uma forma muito legal o romance!
    Adorei a capa e estava mesmo precisando de uma leitura leve e romântica!

    ResponderExcluir
  3. Essa capa é um amor né? Dá vontade de comprar o livro só por ela, sério rs.
    E depois de ler sua resenha, fiquei super interessada na história.
    Não conhecia a obra ainda e pelo que pude ver aqui, parece ser uma leitura pra lá de emocionante e linda.
    Com um romance envolvente e personagens cativantes!
    Fiquei curiosa e já vou colocar na minha listinha, espero conferir em breve.
    Beijos,
    Caroline Garcia

    ResponderExcluir
  4. Parece uma leitura fofa. Gosto de histórias que fazem rir e se apaixonar, tanto pela trama quanto pelos personagens. Não conhecia a história e acho que iria gostar da leitura. Parece leve e gostoso de ler.

    ResponderExcluir
  5. Oi Geana, acho essa capa bem linda e gostei muito da resenha do livro e especialmente pelo fato de não ter um triângulo apesar de eu ter achado que sim, já que Ricardo, Alberto e Ana estão bem presentes na resenha e fiquei curiosa pra saber como esse relacionamento se desenvolve. Gostei da resenha e da dica (que já anotei) ;)

    ResponderExcluir
  6. Oi. adorei essa capa, é muito linda.
    Fico feliz que não tenha um triangulo amoroso pois ultimamente tenho visto muitos, e saber que não tem é mais um incentivo para eu querer ler, e é claro com os personagens muito bem criados tambem me incentivam.
    Sua resenha ficou ótima e com certeza entra para a minha lista

    ResponderExcluir
  7. Olá,
    Só de ler a resenha já me fez suspira, que romance clichê lindo, a história e perfeita. Eu também não gosto muito de triângulo amoroso, isso às vezes me irrita. Já estou a procura desse livro para minha estante.

    ResponderExcluir
  8. Que capa linda!
    Não conhecia o livro nem a autora. Sua resenha já deixou bem clara que esse livro tem que ser lido por quem ama o gênero, fico feliz em saber que não rola um triângulo e que a leitura é empolgante e de uma pureza que só esse tipo de livro consegue ter.
    Já vai pra minha estante de desejados.
    Bjs!

    ResponderExcluir
  9. Olá! Ainda não conhecia o livro, mas só essa linda capa já me instigou a conferir, e sua resenha definitivamente me convenceu, quero muito descobrir esses mistérios e conhecer mais da história da Ana, adoro romances que tenham uma boa dose de suspense.

    ResponderExcluir
  10. ola nunca tinha visto falar deste livro mais o titulo a capa e a resenha me cativou muito
    parece ser um romance meiogo e fofos
    ja esta na lista
    beijos

    ResponderExcluir
  11. Gostei muito da indicação desse livro nacional!! A premissa parece ser bem interessante!! Amei a resenha que só deixou com mais vontade de ler o livro.
    Bjoss

    ResponderExcluir
  12. Eitaaaaa, parece ser daqueles romances beeeem gostosos de ler!
    Cheio de reviravoltas, lágrimas, amor, juras inabaláveis e muita história boa intercalada!
    Fiquei com vontade de ler, acho que é bem do que estou precisando no momento.
    bjocas

    ResponderExcluir

Topo