[Resenha] Feita de fumaça e osso - Laini Taylor #09

Sinopse: Não só o cabelo azul e as várias tatuagens que fazem de Karou uma garota diferente. Ela não se lembra dos pais e, criada no covil de um demônio, não entende por que uma criança humana foi acolhida ali. Muito menos sabe o verdadeiro motivo por trás das estranhas missões que desempenha para seu protetor, recolhendo dentes ao redor do mundo. Em um instante ela pode estar fazendo rascunhos no Liceu de Arte em Praga e, minutos depois, estar no metrô de Paris, carregando presas de elefante, ou em Marrakech, negociando com um mendigo. Não é exatamente normal, mas em um universo em que anjos são seres temidos e o preço da magia é a dor, essa é a única vida que ela conhece. Pelo menos por enquanto.





Editora: Intrínseca / Páginas: 382 / Ano do lançamento: 2012 / Gênero: Romance e ficção.

Classificação: 5/5


Gente, eu amei esse livro! A Laini fez da história um conto quase que poético. Ela acrescentou lendas e personagens super criativos. Ela realmente te convenceu que a beleza nem sempre se põe na mesa (Mesmo a Karou sendo linda e o Akiva beirando um deus da beleza). Outros pontos positivos foram: O sonho para um mundo melhor; O amor sincero de Akiva; E a lealdade de Karou com sua família, presente em todo o livro.

Karou (seu nome em quimera significa esperança). Nossa heroína é uma jovem de 17 anos com uma vida incomum. Ela é linda e graciosa. Fala várias línguas. Cursa arte na cidade de Praga. Tem várias tatuagens espalhadas pelo corpo, mas apenas duas nasceram com ela: dois olhos, um em cada palma da mão. Seus cabelos azuis crescem exatamente dessa cor e seus olhos são pretos… Em meio a tantas características marcantes a mais forte para mim foi sua personalidade. A que eu mais gostei em questão, o fato dela não ser a boba mocinha em apuras. Pelo contrário, ela luta, sabe se defender e se pudesse protegeria a todos que ama.
A família de Karou é uma graça, são Quimeras – os monstros mais fofos que já foram descritos num livro. Brimstone – o negociante de desejos; Issa – meio mulher/meio cobra; Twiga – com pescoço de girafa corcunda; Yasri – com bico de papagaio e olhos humanos; e Kishmish – um pássaro negro, um vulto. Essa estranha família se mostra bem acolhedora e calorosa.
Brimstone foi como um pai para Karou, desde o começo do livro, e no final não tive dúvidas de que ele realmente merecia esse título. Eles criaram, protegeram bem a Karou e a instruíram da melhor maneira… Agora ela trabalha para eles, recolhe dentes pelo mundo, dentes dos mais diferentes tipos de animais e em raras vezes dentes de humanos também. Para quê eles servem ? Karou não sabe, e eu realmente fiquei curiosa por vários capítulos. Em troca dos dentes ela recebe bolinhas que realizam desejos.
Mesmo com suas travessuras, ela sabia honrar suas responsabilidades e a si mesma. E o que ela faz com seu ex-namorado Kazimir expõe isso. Expõe ainda que apaixonada e de coração partido ela sabia o que fazer. Depois da traição ela se afastou e o afugentou com a uma punição bem merecida (ri horrores nessa parte). Para mim sua consciência e noção eram de altíssimo nível, o nível da maturidade.
Isso, pensou ela, não é só por hoje. É por tudo. Pela mágoa, que ainda doía como um soco no estômago toda vez que se lembrava, forte como se fosse recente, nos momentos mais imprevisíveis; pelas vezes em que ele mentiu sorrindo e pelas imagens mentais das quais ela não conseguia se livrar; pela vergonha de ter sido tão ingênua.
(…) é pelo irrecuperável.
Por sua virgindade.” (Pág.27)
Akiva, nosso lindo Serafim. Ele é um soldado como muitos outros de sua raça, raça essa que se alto intitulam anjos (certamente por serem belos e com grandes azas de fogo- só que para mim não são anjos não). Os Serafins querem acabar com os Quimeras, a quem chamam de demônios (e novamente eu tenho que descordar). Essas duas raças estão em guerras a mil anos.
Akiva tem a aparência jovem, é belo, forte, moreno de olhos flamejantes e implacável. No início do livro tem a missão de marcar portas queimando-as com a própria mão, essas portas são os portais mágicos que dão acesso entre o mundo humano e a loja de Brimstone, o Quimera mercador de desejos. E é de uma dessas portas que ele avista Karou pela primeira vez… ele fica intrigado ao vê-la tão frágil e humana sair do portal maligno de Brimstone, então a segue.
Ela era de uma beleza radiante, graciosa e intensa, embora com certeza não tivesse sido isso que o havia intrigado. (…) O que, então o compelia a segui-la, quando devia ter partido para o céu imediatamente, com a missão tão perto de ser concluída? Ele não saberia dizer. Era quase como se um sussurro o impelisse para a frente.” (Pág. 79)
Akiva só queria observá-la, e assim o faz por um tempo, até ser descoberto e ter que confrontá-la. A curiosidade de saber quem é ela o toma, mesmo assim ele a assusta e a fere com sua espada. Felizmente Karou consegue fugir, ele ainda não satisfeito vai procurar saber quem é ela, procurar por ela. (...) O Serafim consegue realizar sua missão queimando todos os portais de Brimstone… Depois ele acha Karou e dessa vez a observa por mais de um dia. Dessa vez Karou está esperta e o percebe assim o encurralando, ela dá uma surra bem merecida nele. Graças a isso ela tem que acolhe-lo em seu apartamento, e aí onde eles começam a se conhecer melhor, onde surge o amor (lindo né).
Como nem tudo é doce, o mistério de quem é Karou será revelado…
Achei bem natural a forma como Karou foi aceitando Akiva, como ela foi se apaixonando por ele, e o engraçado é que ele já estava louco por ela.
Eu me encantei por Akiva pessoal, ele é tão apaixonado, protetor, lindo… Mas nesse livro houve um clichê reverso, pois eu não senti vontade de bater na mocinha e sim no mocinho. Akiva que agiu por vingança e impulso - dilacerou nosso coração no final do livro. Vale apena ler pessoal, o enredo é bem original… eu super recomendo este livro que faz parte de uma trilogia – começando ler o 2º. Em breve trarei a resenha dele também. Espero que tenham gostado.
Outras citações do livro:
“Inimigo. Inimigo. Inimigo. A compreensão pulsava dentro dela no ritmo das batidas de seu coração: o desconhecido com olhos de fogo era o inimigo. O rosto dele – ah, tão belo, ele era perfeito, era mítico – estava completamente impassível. Ela se sentia entre o impulso e o medo de virar as costas para ele.” (Pág. 91)
“ – Elas são incomuns – disse Akiva, indicando o estojo das facas.
– Acabei de comprá-las. Uma beleza, não é?
– Uma beleza – concordou ele, e poderia estar falando sobre as facas, mas estava olhando diretamente para ela.” (Pág.200)
Um grande abraço e até a próxima! 0/ Por: Geisi.

13 comentários

  1. Quando li esse livro eu simplesmente amei essa ideia de anjos e quimeras, "demônios" e seres celestiais. Tem tanta coisa envolvida e fica tão bacana por mostrar um lado mais humano do que a gente pensa serem bestas e coisas assim. Achei legal por fugir desse clichê. Quando você pararia pra pensar que iria amar as bestas e não ir muito com a cara dos anjos? Porque sério, ahh mas esse livro faz isso! Ao menos fez comigo. O Akiva me deixou fula em muitos momentos, mas também acabei me apaixonando por ele e toda aquela intensidade que ele tem.
    E os personagens são tão maravilhosos! Não só a Karou, como também os amigos dela e a família louca que ela tem. Adorei todos esses personagens e estão no meu coração pra sempre. Ahh mas é muito bom, essa história é incrível! *-*
    Amor, guerra, amizade, família, mitologia e fantasia...tem tanta coisa legal!

    ResponderExcluir
  2. Mesmo tendo sido lançado há um tempo já, acho que é a primeira resenha que leio sobre a obra.
    E confesso que fiquei SUPER curiosa!!!
    Parece ser uma aventura e tanto. Muito bem desenvolvida!
    A Karou parece ser uma personagem maravilhosa e o que falar de Akiva? Um baita de um serafim envolvente.
    Fiquei animada para conhecer essa história e já coloquei na minha listinha de leituras <3
    Beijos,
    Caroline Garcia

    ResponderExcluir
  3. Oi Geisi ;)
    Estou tão feliz que você fez resenha desse livro *-* é um dos meus preferidos!
    Adoro livros diferentes como esse, e a Karou e o Akiva, assim como os personagens secundários me conquistaram logo de cara! Amo muito a história.
    Pena que os outros 2 volumes não são tão bons quanto esse, na minha opinião.
    Bjos
    PS: Declaro meu amor eterno ao Akiva S2

    ResponderExcluir
  4. Adoro quando tem personagens que são protetores, esse esta na minha lista a um tempo mas ainda não pude adquiri-lo.Adoro essa capa easua resenha ficou ótima e me deu vontade de ter esse livro, e não posso deixar de comentar sobre os quotes que adicionou, deixou com gosto de quero mais <3

    ResponderExcluir
  5. Gente, que história mais curiosa! Eu to em cólicas com essa história de ela sair por aí recolhendo dentes, dentes de qualquer tipo... Pergunta que não quer calar... PRA QUÊ??? Não bastasse isso, ela nasce com duas tatuagens, tatuagens curiosas que, a princípio, não faze, sentido.
    Gostei bastante e vou procurá-lo.

    ResponderExcluir
  6. Oi Geisi,
    Essa trilogia está na minha lista de desejados a tanto tempo que tem momentos que até me esqueço que ela existe. Já li muitos livros de fantasia (pois é um dos gênero que mais gosto), mas nunca li uma trama como esta proposta pela a autora. O que achei mais interessante foi que de uma história cheia de seres mitológicos o que mais se destaca são os valores de amor e amizade. O livro trás uma representação de família fora dos padrões e prova com isso que a mesma não é formada só pelo sangue. Já havia me esquecido o que me fez querer ler este livro, mas sua resenha despertou uma vontade adormecida e estou bem ansiosa para conhecer esta história.

    ResponderExcluir
  7. Oi Geisi, tudo bem?
    Já vi uma booktuber falando tão bem deste livro que só tenho curiosidade de lê-lo. Achei a premissa bem diferente de tudo que já vi, e fiquei bem intrigada com este mistério dos dentes.
    Beijos

    ResponderExcluir
  8. Oi!
    Adorei a sua resenha, pois faz muito tempo que não leio nada a respeito dessa trilogia. Está na minha lista há muito tempo, sempre tive curiosidade por esse enredo e personagens, mas ainda não surgiu oportunidade de ler.
    Agora, lendo sua linda resenha, bateu aquela vontade de fazer a leitura desse livro!
    Obrigada.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  9. Olá,
    Que livro, gostei muito dele a história é incrível, com bastante mitologia algo fora do comum, amo isso. Uma fantasia maravilhosa, gostei da personagem me pareceu haver uma personalidade incrível e também um pouco engraçada, e também o laço que ela tem com a família que acolheram ela. Uma história que vale a pena ler.

    ResponderExcluir
  10. Oi!
    Faz um tempo que quero ler essa serie, vi vários comentários positivos sobre ela e a historia logo me conquistou, parece que temos uma personagem forte, determinada e misteriosa e o Akiva logo na resenha acabou me conquistando, gosto muito desse historia que a autora cria e essa serie está na minha lista de leitura !!

    ResponderExcluir
  11. Olá! Já li a trilogia há um tempinho e AMEI! Como você disse, a história é rica em detalhes, e é surpreendente, inteligente, cativante… Super recomendo!

    ResponderExcluir
  12. Meu tipo preferido de livro, que lindo *---* kkkkkk, eu tinha me interessado antes por ele quando me disseram que o cabelo da protagonista nasce azul, achei isso o máximo kkkkk, a trama parece ser muito boa e de um tema que eu realmente gosto, esperando o dinheiro do mês que vem pra comprar esse livro heehehehe.

    ResponderExcluir
  13. Eu simplesmente quero muito ler essa série, acho muito bonita as capas e já li muitos comentários positivos referente a história do livro, e após ler sua resenha, que por sinal está muito boa, fiquei mais ansiosa ainda para ler este livro.

    ResponderExcluir

Topo