[Resenha] Perdida - Carina Rissi #20

Sinopse: Sofia vive em uma metrópole e está acostumada com a modernidade e as facilidades que ela traz. Ela é independente e tem pavor à mera menção da palavra casamento. Os únicos romances em sua vida são aqueles que os livros proporcionam.Após comprar um celular novo, algo misterioso acontece e Sofia descobre que está perdida no século dezenove, sem ter ideia de como voltar para casa – ou se isso sequer é possível. Enquanto tenta desesperadamente encontrar um meio de retornar ao tempo presente, ela é acolhida pela família Clarke.Com a ajuda do prestativo – e lindo – Ian Clarke, Sofia embarca numa busca frenética e acaba encontrando pistas que talvez possam ajudá-la a resolver esse mistério e voltar para sua tão amada vida moderna. O que ela não sabia era que seu coração tinha outros planos...
Editora: Verus | Ano: 2013 | Gênero: Romance e Ficção Páginas: 364 

Classificação: 5 Estrelas!


Quando eu comecei a ler esse livro já estava preparada para um boa dose de leitura, por causa dos excelentes comentários referentes a obra... Não esperava me surpreender porque já sabia que seria bom, contudo, eu me surpreendi com o envolvente enredo da autora, que nos enche de orgulho por ser brasileira. Confesso que bem no início do livro me assustei com alguns palavreados. Eu pensava "Meu Deus! Para que xingar tanto? ...vai estragar a história...", na verdade sou fã de leituras mais clássicas, todavia, com o passar de mais algumas páginas eu não ligava mais. A história estava tão boa que eu mesma disse "Dane-se, eu quero ler isso!"



O livro é narrado em 1ª pessoa, pelo ponto de vista de Sofia que se vê inesperadamente perdida em outro século. E o que dizer de Sofia? Ela é uma jovem brasileira que vive alienada a uma rotina corrida como qualquer um que sabe o que é realmente trabalhar. Ela é totalmente dependente da tecnologia, na verdade, ela ama a tecnologia e, ela tem seus defeitos é claro! Mas é justamente isso que faz com que se identifique com ela. Ela vive no século XXI, não se considera uma mocinha indefesa e a maioria de seus princípios são completamente diversos dos princípios do Sr. Clarke, o belo cavaleiro que a acha perdida no século XIX.
— Senhorita… — disse preocupado. — Por favor, vamos até a minha casa! Acho que pode ter tido uma lesão. A pancada que levou deve ter sido muito forte! 
Não vou para sua casa, ficou doido? Eu sei lá o que você pretende fazer comigo? Você pode muito bem ser um psicopata que quer me fazer em pedacinhos e me guardar dentro de um freezer para comer aos poucos. Não sabe em que ano estamos? …
— Estamos no ano de mil oitocentos e trinta e garanto-lhe que sou um homem de bem. Não tenho outra intenção que não seja ajudá-la! — ele respondeu, ofendido, a minha pergunta retórica. Ele disse mil oitocentos e trinta? Explodi num ataque de riso histérico, não pude controlar.
E o Ian Clarke foi tão perfeito que eu o desejei para mim! *lágrimas, lágrimas...* Ele tinha a dose perfeita de cavalheirismo e ousadia que um homem, para mim, deve ter. Ele foi tão nobre com a Sofia, desde o momento que a acolheu até o último momento, tão respeitoso que ultrapassava a fofura. Mesmo assim, ele sabia, sabia ser irresistivelmente belo e sedutor. #Euqueropramim!
— Está comprometida com alguém?— Não. — essa era uma pergunta fácil de responder.— Nem mesmo no lugar de onde vem? — a intensidade me puxava para ele outra vez.— Não, não tenho ninguém me esperando. — sussurrei.Ele assentiu. Voltou a olhar pela janela por um tempo, depois seus olhos voltaram aos meus com uma força opressora. — Fico feliz em ouvir isso. — a forma como articulou, tão firme e honesto e…aliviado, me deixou sem fôlego. — Não terei que lutar contra mais ninguém além de você mesma.
Enfim, o romance merece nota dez, eu parabenizo mil vezes a autora pela excelente obra... Eu ri muito, a Sofia era muito engraçada, os momentos dela eram engraçados e eu realmente me diverti enquanto lia. Eu me apaixonei também, não só pelo Ian, mas pela história, os momentos românticos eram lindos e confortavam o meu coração, eu suspirei e, eu chorei, como eu chorei no final do livro. Foi além de bom e engraçado, foi emocionante! 


Esta postagem está concorrendo ao TOP COMENTARISTA!
Clique aqui e saiba como participar.

Um grande abraço e até a próxima. 0/ Por: Geisi.

9 comentários

  1. Já vi muitos elogios sobre a escrita da Carina, da forma simples e delicada com que ela consegue conduzir uma boa história. Mas ainda não li nenhum trabalho dela. Este livro, assim como toda a serie, estão na minha lista de desejados e não vejo a hora de poder ler. Gosto muito de chick lit e romances de época, e não tenho dúvidas de que gostarei da história também.

    ResponderExcluir
  2. Perdida é simplesmente INCRÍVEL! A autora escreve tão bem e com tanta precisão que, mesmo o livro sendo narrado pela Sofia, conseguimos sentir as emoções e os sentimentos do mocinho da história. A sintonia entre eles é maravilhosa, a ideia da história foi perfeitamente trabalhada e deixa qualquer um ansioso pelo final. Uma história linda, emocionante, apaixonante. <3
    Beijos!

    ResponderExcluir
  3. Nem sei o que falar a respeito desse livro. Sério!
    É muito amor envolvido pelos personagens e por cada pedacinho da história.
    Carina arrasou nessa obra e indico com certeza para todo mundo.
    Super aceitava um Ian pra euzinha haha. Esse é um romance nota 1000!
    Fico feliz que você tenha curtido a leitura, assim como eu <3
    Beijos
    Caroline Garcia

    ResponderExcluir
  4. Esse livro parece ser um amor mesmo. A personagem tem um charme e é bem divertida, a gente dá suspiros e ri muito pelo visto. Queria ler esse livro dela pra ver o que acho. A expectativa é alta mas deve valer a pena mesmo, ele parece surpreender pelo jeito que a autora escreve e nos envolve nessa trama. Pelo jeito deixa a gente apaixonada por tudo ^^
    Deve dar até dó de acabar e não ter mais dessa história pra ler, haha xD

    ResponderExcluir
  5. Gosto muito dos livros da Carina Rissi, o primeiro livro dela que li foi No mundo da Luna e simplesmente amei, e desde então estou louca para ler essa série dela!! E olha que já li resenhas de todos os livros da série e cada vez só aumenta minha curiosidade sobre essa estória!!
    Beijoss

    ResponderExcluir
  6. Nem preciso dizer que Carina Rissi é diva!
    Perdida foi o primeiro livro que li dela e depois não parei mais. Já li todos, menos o lançamento mais recente dela!
    ô mulher maravilhosa! Ian Clark é o sonho de qualquer mulher.

    ResponderExcluir
  7. Oi Geisi, Carina é mesmo incrível e suas protagonistas são geralmente gente como a gente e bem fácil nos identificarmos. Esse foi o primeiro livro que li da autora e amei, deu até saudade lendo a resenha. Ian é mesmo um amor e a história apesar de louca, super envolvente e encantadora. Curti a resenha ;)

    ResponderExcluir
  8. Eu sou apaixonada por livros/filmes sobre viagem no tempo. E, apesar de amar, nunquinha que gostaria de fazer uma viagem do tipo. Sofia me representa: não tanto por ser dependente da tecnologia, meu negócio é chuveiro elétrico, energia elétrica, máquina de lavar... não sei muito bem o que faria sem isso hahahahahaha
    Enfim, Ian é quase uma unanimidade, mas ainda não li, não conheço o moço.

    ResponderExcluir
  9. Olá! Minha experiência com o livro Perdida foi de amor à primeira vista, (Eu + Carina Rissi = Match Perfeito), concordo com você dá um orgulho danado saber que um livro tão bom é de uma autora brasileira, comecei a leitura por acaso, foi uma indicação de uma amiga, e AMEI cada capítulo, devorei o livro em um dia, Ian Clarke tornou-se meu crush literário número 1 (sério, não tem como não se apaixonar), Sofia toda forte, decidida e engraçada (me identifiquei aqui), tornou a história linda, os outros personagens também são incríveis o que deixa o livro ainda melhor. A continuação então... suspiros...vou guardar os comentários para a próxima resenha.

    ResponderExcluir

Topo