[Resenha] Mil pedaços de você - Claudia Gray #22

Sinopse: Marguerite Caine cresceu cercada por teorias científicas revolucionárias graças aos pais, dois físicos brilhantes. Mas nada chega aos pés da mais recente invenção de sua mãe — um aparelho chamado Firebird, que permite que as pessoas alcancem dimensões paralelas. 
Quando o pai de Marguerite é assassinado, todas as evidências apontam para a mesma pessoa: Paul, o brilhante e enigmático pupilo dos professores. Antes de ser preso, ele escapa para outra realidade, fechando o ciclo do que parece ser o crime perfeito. Paul, no entanto, não considerou um fator fundamental: Marguerite. A filha do renomado cientista Henry Caine não sabe se é capaz de matar, mas, para vingar a morte de seu pai, está disposta a descobrir.
Com a ajuda de outro estudante de física, a garota persegue o suspeito por várias dimensões. Em cada novo mundo, Marguerite encontra outra versão de Paul e, a cada novo encontro, suas certezas sobre a culpa dele diminuem. Será que as mesmas dúvidas entre eles estão destinadas a surgirem, de novo e de novo, em todas as vidas dos dois?
Em meio a tantas existências drasticamente diferentes — uma grã-duquesa na Rússia czarista, uma órfã baladeira numa Londres futurista, uma refugiada em uma estação no meio do oceano —, Marguerite se questiona: entre todas as infinitas possibilidades do universo, o amor pode ser aquilo que perdura?


Editora: Agir Now / Ano: 2012 / Gênero: ficção científica e romance / Paginas: 288 

Classificação: 4,5 Estrelas!


Mil pedaços de você é o primeiro livro da serie de ficção científica da autora Claudia Gray, que atualmente conta com mais dois livros publicados no Brasil pela Editora Agir Now, "Mil céus sobre você" e "Um milhão de mundos com você". O livro conta a história de Margarite Caine, uma adolescente que sempre viveu em meio as teorias cientificas dos pais, físicos, que inventam o Firebord, um dispositivo que a possibilita viajar por dimensões paralelas.


Quando os pais de Claudia criam o Firebord e descobrem que o mundo é composto por infinitas dimensões, sendo cada uma composta por versões diferentes de nós mesmos, a vida da família inteira é colocada em risco. Não demora então, para o pai de Claudia ser assassinado, e tudo indica que o autor do crime é um de seus pupilos, Paul. Ao saber disso, Margarite, junto de Theo, o outro pupilo de seu pai, vão atrás de Paul em busca de vingança, e, para isso eles têm de viajar pelas dimensões, seguindo o rastro do inimigo, através do Firibord. 

Durante as viagens, descobrimos uma Alemanha que ganhou a guerra, uma América que foi colonizada pelos Chineses, uma Inglaterra que permanece como a grande potência mundial e tecnológica, etc. O interessante é que todas as dimensões refletem um mesmo mundo, mesmo que as pessoas não sigam os mesmos passos e façam escolhas diferentes em cada um.

Os cenários criados pela autora foram muito bem construídos, eu viajava nas dimensões junto dos personagem. Há críticas e reflexões intrínsecas no enredo, que te fazem pensar sobre nossa sociedade atual, que te fazem pensar sobre a importância de uma escolha bem feita. As viagens pelas dimensões fazem com que os personagens amadureçam e aprendam mais sobre si, e isso sem dúvida fez com que a história desenvolvesse de uma maneira positiva, assim como o romance que se desenvolveu de forma coerente e se manteve assim, para minha felicidade.
A protagonista não me decepcionou, gostei de sua personalidade forte, e de como ela foi inteligente ao desvendar o mistério da história. Por falar em mistério, esse foi outro ponto que fez o livro ser cativante, a autora construiu muito bem o mistério, a ficção e o romance. A história me prendeu, me deixou curiosa e o desfecho me surpreendeu!
Citacões do livro:
As pessoas dizem que o tempo cura (…). O que as pessoas querem dizer é que, eventualmente, você vai se acostumar com a dor. Vai se esquecer de quem era antes dela, da sua aparência antes das cicatrizes.
“Você só cruza a linha da maturidade na primeira vez em que sofre uma mudança que é eterna. Só quando sabe que nunca poderá voltar atrás.”
Matemática ou destino¿ Qualquer que seja a força que continua nos colocando juntos em um mundo atrás do outro, é poderosa. Inegável. Mas ainda não sei se essa força será minha salvação ou minha destruição.”

Por fim, eu adorei a leitura e essa é a minha indicação para vocês! Estou ansiosa para saber como a história vai se desenvolver e evoluir nos próximos livros. Abrços,  Geisi. 0/

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Topo