10 outubro 2020

Destinos cruzados - Mônica Cristina #37

 

Sinopse: Heitor Stefanos nasceu numa pequena Ilha grega, cresceu em Nova York e agora vive em Londres. É um jovem milionário solteiro que não tem planos de mudar nada em sua vida que começou difícil, mas hoje é perfeita, ou é o que ele está sempre tentando acreditar. As coisas mudam quando ele descobre que tem uma filha de sete anos. Decidido a conviver com a filha ele dá de cara com Olivia Barnes, a mulher que cria sua filha desde o nascimento e que não tem planos de abrir mão dela. Olivia Barnes vive com sua filha adotiva num pequeno apartamento em Londres, não foi fácil criar a filha de sua irmã, mas hoje Lizzie é tudo que tem, elas vivem uma para outra, tem sido assim há sete anos, mas então seu pai surge em sua porta exigindo a filha. Olivia não pode abrir mão de sua razão de viver. Como Heitor e Olivia vão resolver esse impasse? Será que podem chegar a um acordo? O destino cruza suas vidas e agora os dois precisam encontrar uma saída e Lizzie? O que a garotinha de sete anos espera desse novo encontro?


Editora: JMV Editora | Ano: 2018 | Gênero: Romance contemporâneo | Páginas: 360 | Classificação: 5/5

O segundo livro dos Stefanos, conta a história de Heitor Stefanos, o segundo irmão mais velho — que acredita ter a vida perfeita solteiro como está, até que descobre ter uma filha de sete anos, Lizzie. Heitor não sabia da existência da filha, graças a sua antiga secretária que nutria uma paixão platônica por ele e escondeu a carta que lhe foi enviada falando sobre a filha. Por se considerar um homem honrado, quando fica sabendo de Lizzie, faz questão de conhecer a filha, criá-la e recuperar o tempo perdido.



Olívia Barnes é uma mulher forte e determinada. Ela cuidou de Lizzie desde bebê, quando sua irmã Patrícia Barnes — mãe de Lizzie — só queria saber de aventuras com homens ricos. Era Olívia quem estava presente, quando Lizzie, ainda recém-nascida chorava de fome. E, quando sua irmã Patrícia morreu por falta de repouso no resguardo, dentre outras irresponsabilidades, ela assumiu a maternidade de Lizzie, fazendo o possível e o “impossível” para criar a sobrinha, que se tornou uma das maiores razões de sua vida, seu solzinho, como ela mesma a chama — uma linda garotinha que encanta todos e ama Ballet. Assim, Olívia se desespera quando Heitor, pai de Lizzie, bate em sua porta. Ela tem medo que ele a afaste de seu solzinho, mas não pode negar sua aproximação com a filha. Mesmo quando ele exige levar a filha, chegando até a propor pagar por ela. 

“Foi ainda mais difícil manter Patrícia na linha. Não sair, não beber, dormir cedo e se exercitar eram a morte para ela, mas cuidei de tudo, desdobrei-me e Elizabeth nasceu saudável e linda.”

Conforme a história se desenvolve Olívia e Heitor vão se encontrando e se aproximando. Aos poucos ele ganha a confiança e o afeto de Olívia e de sua filha, surgindo assim uma linda história familiar e de amor.

“Sabia que não podia confiar, na primeira oportunidade ele joga na minha cara que Lizzie pertence a ele e é isso, ela realmente pertence, tem seu sangue.”

Outra personagem que merece destaque, pelo fato de despertar ranço, é Chloe a madrasta de Liv e avó de Lizzie, que as culpa pela morte da filha, Patrícia.

“ – Liv! Liv! – Ela não me escuta. Deixa a sala de um modo intempestivo que me lembra nosso primeiro beijo e o tapa no rosto.”

Enfim, a história e repleta de reviravoltas e dificuldades para o casal. Peço, por fim, para que leiam o livro e confiram por vocês mesmos esse romance, que é o segundo livro da série Paixões Gregas, garanto que não se arrependerão. 

Por: Aninha.

Nenhum comentário:

Postar um comentário