25 maio 2020

Cinquenta tons de cinza - E L James #30


Sinopse: Quando Anastasia Steele entrevista o jovem empresário Christian Grey, descobre nele um homem atraente, brilhante e profundamente dominador. Ingênua e inocente, Ana se surpreende ao perceber que, a despeito da enigmática reserva de Grey, está desesperadamente atraída por ele. Incapaz de resistir à beleza discreta, à timidez e ao espírito independente de Ana, Grey admite que também a deseja — mas em seus próprios termos. Chocada e ao mesmo tempo seduzida pelas estranhas preferências de Grey, Ana hesita. Por trás da fachada de sucesso — os negócios multinacionais, a vasta fortuna, a amada família —, Grey é um homem atormentado por demônios do passado e consumido pela necessidade de controle. Quando eles embarcam num apaixonado e sensual caso de amor, Ana não só descobre mais sobre seus próprios desejos, como também sobre os segredos obscuros que Grey tenta manter escondidos...


Editora: Intrínseca | Ano: 2012 | Gênero: Romance erótico | Páginas: 480 | Classificação: 4/5 | Compre o seu!

Essa foi uma leitura que apesar do livro ter sido bastante comentado, iniciei com um pouco de receio. Anastacia Steele é uma mulher de 21 anos e bastante inexperiente para a sua idade. Ela mora com a amiga Katherine Kavanagh que faz faculdade de jornalismo. Para ajudar a amiga, devido a uma enfermidade, Ana vê-se na responsabilidade de entrevistar um bilionário, Cristian Grey. A trama se desenvolve a partir daí, que é quando os protagonistas do livro se conhecem. 

“Você devia ficar longe de mim. No entanto, por algum motivo, não consigo ficar longe de você. Mas acho que você já notou isso.” 

Ana foi uma mocinha a qual me surpreendeu em alguns pontos. Ela se vê em um “relacionamento” inesperado, cujo parceiro possui vontades peculiares e inimagináveis para uma pessoa tão ingênua como ela — um jogo de submissão que ela cede totalmente. 

“Eu sou muito peculiar, impulsivo. Eu gosto de controlar, a mim mesmo e aqueles ao meu redor.” 

O livro é bom. E sinceramente, me apaixonaria por Cristian se ele não fosse tão sádico e controlador. Supus que neste livro não seria revelado muito dele. Mas para a minha surpresa a autora contou um pouco sobre o passado de Cristian, na tentativa de fazer com que os leitores o compreendessem um pouco, penso. 

“Às vezes me pergunto se existe algo de errado comigo. Talvez eu gaste tempo demais na companhia de meus heróis românticos literários, e consequentemente meus ideais e expectativas são extremamente altos.” 

O livro possui momentos românticos. Há falas de Cristian para Ana “de tirar o fôlego”. Assim como também há partes do livro que são exageradamente ousadas e excêntricas para o meu gosto. Confesso que não fiquei satisfeita com o final deste livro. Mas nem por isso deixarei de ler a continuação da história desse casal inusitado e instigante. Estou muito curiosa! 

Por fim, recomendo a leitura para quem tiver pelo menos dezoito anos de idade, por favor!
Abraços e até a próxima.

Resenha por: Aninha.

Nenhum comentário:

Postar um comentário